<$BlogRSDUrl$>

segunda-feira, outubro 27, 2003

Curtas 

Mãeee, compras-me uma teia de aranha???
Para quê filho, és uma aranha ou és o homem aranha?
Não mãe, só quero subir para a cama do Gui e não consigo...

P.S. O Gui dorme no piso superior do beliche (a escada está escondida) e o Gonçalo só tem 3 anos!

Tudo uma questão de...Alcatrão! 

Caramba, o que é que se passou hoje na estrada??? Nem está a chover nem nada, e os acidentes foram mais que muitos.

Anda tudo a dormir ou a pensar na nova Catedral. Ou atiram-se contra os "postes" para não terem de passar 7 horas fechados num escritório?! Atenção que hospitais ao ar livre também só lá para os lados de Torres Vedras...

O País, ainda, não está assim tão mal. Bem, o Durão como foi vaiado fugiu para Angola e a oposição com o PM longe e com o apoio do Júdice pode ser que levante o ânimo. Mas...

Não vale a pena por o pé no acelerador por tudo e por tudo, calma as coisas vão melhorar!

Além disso, eu também ando na estrada e tenho dois filhos pequenos e outro a caminho, para bom entendedor!

Se querem descarregar energias, há muito ginásio por aí não façam da estrada uma pista de fórmula 1. Além disso, os inválidos saem muito caros ao Estado e crise já temos q.b. .

quinta-feira, outubro 23, 2003

Rejuvenescida 

Há tantas pequenas/grandes coisas que nos rodeiam e às quais, nem sempre, damos o devido valor.

Passo a exemplificar
Ar livre (não puro, mas fresco), abstração total do mundo com a visualização de umas quantas montras e expositores, uns trapinhos lindos e bem à moda que não me servem mas enchem o olho, uma sopa, uma tosta, um pastel de nata e essencialmente Boa Companhia, que me distrai e com quem posso conversar á vontade sobre tudo, sem tabús e preocupações.

Até a cigana, representante da Casa Vitton, me distraiu. Amanhã tenho de lá voltar, prometi que comprava, ainda bem que às vezes sou mentirosa!!!

Até me esqueci da fadiga da manhã, da conjuntivite e do cansaço que me vem atormentando nos últimos dias. Esta "pança" de 26 semanas de gestação também não ajuda muito (o peso! não o recheio do qual estou muito orgulhosa).

Amanhã talvez me volte a sentir cansada, mas graças a Deus, há mais uma hora e meia de almoço, ar fresco, montras, sopas, carne e peixe e uma Boa Amiga, que mesmo que não possa almoçar tem sempre uma palavrinha simpática a dizer.

Obrigada Aninhas, a ti dedico este meu Post deste meu Blog (hiper anónimo!), e espero sinceramente que andes sempre por perto.

Em Tempo
Ao André: Eu tento não a chatear muito para o télélé, mas às vezes é impossível não ligar!!!
Eu tb não gosto do Robbie Williams, mas desde que ela tem aquele toque polifónico noto-a muito mais feliz...

Fadiga 

Está tudo do avesso, o mundo, o país, isto, aquilo, eu e mais não sei quantos.

Precisava de enterrar a cabeça numa toalha, numa praia, num país qualquer, cheio de sol, de mar, de descanso e só voltar quando me sentisse inteiramente livre, sem medo de enfrentar quem e o que quer que fosse.

Mas a rotina mata-me lentamente, destrói-me o sonho mais infimo. O cansaço ajuda a rotina, não tenho forças para mais nada que não seja cumpri-la.

Igual a ontem é mais simples que inventar um hoje, custa menos imaginação, menos questões, menos passos.

Se não páro uns dias, umas horas, um qualquer espaço de tempo entro no mais puro estado amórfo do planeta e não sei se alguém poderá ou conseguirá tirar-me dele!

Tenho de me libertar, conquistar forças e ânimo para continuar, para fugir da traiçoeira rotina que me aprisiona e teima em puxar para o início daquele labirinto de onde não sei se terei forças para sair.

Estou cansada, só isso...

terça-feira, outubro 21, 2003

Presente com Passado 

O tempo passa, mas cada uma tem sempre uma história do passado para contar, um projecto de futuro, um momento presente.

Todas tão diferentes, com projectos distintos, com momentos cruzados num passado tão recente.

As conversas intercalam-se, aproximam-se e distanciam-se conforme as interlocutoras do momento.

Gostava de vos ver mais vezes, mas cada uma tem a sua vida, tem de pensar no presente e no futuro, fica pouco tempo para lembrar o passado.

Mas os pequenos espaços de tempo em que nos cruzamos agora, valem ouro, são eternos, como as recordações de outrora.
Para mim claro!, não sei o que pensa cada uma de vós.

Pela primeira vez, achei que havia diferenças, mais notáveis, mais marcantes. Pareceu-me que haviam surgido conflitos. Não sei quando nasceram e se existe justificação para os alimentar.

Tudo isto, creio, faz parte da evolução de cada uma, da sua maturidade, do seu "modus vivendus", da sua relação com o mundo e consigo mesmo.

Continuo a gostar de vocês, de cada uma, tal como é, com as virtudes e os defeitos que vos reconheço, assim como reconheço os meus.

Quero guardar-vos sempre no meu cantinho das boas recordações, no álbum das boas memórias, na minha lista telefónica presente e futura.

Gosto muito de vocês, ainda é divertido estarmos juntas.

Nunca vai deixar de ser, pois não?!


segunda-feira, outubro 20, 2003

Onde o Mar é mais Azul 

Gosto muito mais de ti no Outono, no Inverno e na Primavera. O excesso de veraneantes e passageiros casuais cansa-me.

A melancolia das ruas desertas, do cheiro a maresia, da paz que sente nesta altura do ano transmite-me um bem estar inexplicável.

É como se te sentisse minha, sem intrusos e profanos, com laços de vida presente e lembranças do passado.

Com uma nostalgia preguiçosa, de quem tudo quer e nada lhe apetece fazer.

Com vontade de me abraçar a ti para sempre.

Confesso que quando estou longe não sinto saudade, ou pelo menos tento que esse sentimento não controle os meus pensamentos.

À chegada fico louca de saudades só de saber que irei partir.

Não sei se realmente o mar é mais azul, mas seguramente é mais agitado, mais frio, mais meu...

As praias são pequenas e a areia escassa, mas nestes dias de Outono são gigantes e minhas. Poucos se lembram delas quando não há sol para aquecer e bronzear.

Tenho de partir o meu dia chegou ao fim, já estou com saudades tuas...

Até breve, espero!!! Até sempre, Ericeira...


sexta-feira, outubro 17, 2003

Blog q.b. 

A moda dos blogs pegou!
Há mesmo quem já não possa viver sem "blogar". Sem ler, sem escrever, sem comentar!
Convém que algumas almas não esqueçam que os blogs não são tudo na vida, também há aquela parte do "sexo e drogas e rock'n roll".

Mas ainda bem que os blogs existem, porque é vital para aqueles que sempre falaram e nunca ninguém os ouviu, para aqueles que sempre acharam que escreviam tão bem e não tinham oportunidade de o mostrar a ninguém, para quem gosta de fazer rir ou chorar.

Graças aos Blogs há muita gente realizada e feliz...

Mau mau será quando a moda passar e a febre de "blogar" ficar perdida nos meandros da net.

Será o caos! Nem é bom pensar nas oportunidades que se perdem: de comentar, de reivindicar, de criticar e adorar.

Um novo canal talvez! O Blog Cabo quem sabe!!! Para quem sempre sonhou dar a cara ao conhecimento público, para além das palavras, claro!!!


quarta-feira, outubro 15, 2003

Momentos 

Duas caras risonhas

Um cabelo aos caracóis

Um olhar encantador

Dúvidas intermináveis

Com várias soluções

A vida a acontecer

O mundo em ebulição

Dois princípes a sorrir

A magia do crescer

Vocês são a minha luz

O meu sol, as minhas estrelas

A minha grande alegria

A minha força de vencer

O Amor a acontecer

Um abraço carinhoso

Uma ternura sem limites

Projectos de futuro

Alegrias no presente

Momentos...

segunda-feira, outubro 13, 2003

Palácio das 1001 Noites 

Não, não é um lugar comum, nem igual aos demais.

É um "canto" especial, de "gente" especial.

Tem tecto com florões, paredes verdes e castanhas, com riscas e cor de manga.

Tem risos de gente pequena, soalho de tábua corrida, travurtino e Armisés.

É um lugar encantado, onde cada canto foi sonhado, cada peça imaginada, cada cor, cada azulejo, cada pedra idealizada.

Podia ser palco de conto de fadas, tem princípes e princesa, anjos de Engel e estrelas.

Tem magia e harmonia.


Amigos, votos de muitas felicidades no vosso Palácio encantado, que nos encanta a todos nós.

Grãozinho de Areia 

Há excesso de areia na costa portuguesa! Por mais que se demolhe os bichos eles não conseguem nem digeri-la, nem cuspi-la e quem se lixa é o mexilhão...

Podiam ter ficado fantásticas! O tempero estava ao point, o pão desapareceu, do molho nem rasto.

O pior era cada vez que não resistiamos ao apelo da bela da conquilha e lá ficávamos com 1/2Kg de areia entre os dentes!!!

Safaram-se os apreciadores da concha (no verdadeiro sentido da palavra) que loucamente a mastigaram entre os seus dentes fortes e resistentes.
E mesmo depois de entrarem uma série de dedos na boca para tirar os milhões de fragmentos aí depositados, continuámos a ouvir aquele som magnifico de conquilha a ser triturada numa boquinha pequena e delicada...

Salvos pela carne assada, fantástica, bem temperada, embriagada em 1/2 garrafa de areia gorda (era este o nome?????não acredito, só agora me apercebi da coincidência... até a carne tinha areia!!!!!)

Mas a verdade seja dita e admitida: A culpa não foi deles!

sexta-feira, outubro 10, 2003

Erros 

São palavras por dizer, dúvidas, incógnitas, diálogos mal acabados.
Mau humor, má cara, silêncio profundo.
Situações imprevistas, incontroláveis, inimagináveis, irritantes e brutalmente estúpidas.
Contratempos, a favor ou mesmo contra o tempo, o vento. Areia nos olhos. Ver o que não se quer, não ver o óbvio.
Mau estar geral. Contagiante.
Erros. Talvez!

quinta-feira, outubro 09, 2003

Palhaços 

"O presidente dos EUA, George W. Bush, afirmou que trabalhará «com prazer» com Arnold Schwarzenegger, recém-eleito governador do estado da Califórnia. Bush afirmou ainda que espera poder felicitar pessoalmente o actor."
Que Filme!!!

quarta-feira, outubro 08, 2003

5 Meses 

5 Meses depois vai ser libertado. Se fosse na Suécia tinha ficado dois dias!
O que é mudou desde o dia 22 de Maio??? Talvez nada... Talvez tenha entrado inocente e saia cansado, desiludido, magoado, inocente!

Temos de acreditar na justiça portuguesa, mas quem é acredita em nós??!!!

Independentemente da nossa cor partidária trata-se de uma questão de coerência, de capacidade de duvidar e/ou acreditar.

Será que a liberdade foi conquistada no meio das ruínas de um ou outro ministério.

Há mais alguma cabeça para rolar?, haverá alguém com medo de ter feito burrada, com medo da queda????

Vamos esperar pela justiça mas com a confiança e a credibilidade num Ser Humano que nunca deu provas de ter feito mal a quem quer que seja.

Surreal 

“O candidato republicano Arnold Schwarzenegger proclamou esta quarta-feira a sua vitória nas eleições a governador da Califórnia e comprometeu-se «a restaurar a confiança no governo».”
Se não for a bem será mesmo a mal, é tudo uma questão de músculos.
Será que é agora que vão EXTERMINAR o Iraque????
E que mais podem exterminar, matar, aniquilar!!!
Só no País da 7ª arte é que acontecem palhaçadas a este nível, elevado e requintado.
Mas tudo tem um porquê, um como, um quem e certamente que o clã Kennedy está por detrás disto, ou não fosse Mr. Músculo casado com Maria Shriver (ilustre membro do referido clã).
Como é conhecido e sabido os Kennedy têm uns azares do caraças e cada vez que ocupam um cargo importante alguém lhes limpa o sebo!!!
Acho que está tudo explicado...
Aguardamos notícias dos nossos outros amigos, há tantos Estados nos EUA que cargos a governador não faltam e futuros candidatos também não! Força Stallone, Van Damme (embora seja Belga não há crise, marcha na mesma) ou mesmo Chuck Norris!!!

Outrora 

O dia era demasiado curto, as manhãs voavam, o entardecer era abreviado pela pausa do jantar.

Os cheiros eram distintos, misturavam-se com a imaginação, eram secos, a terra molhada, a flores e frutos, a livros e madeira envelhecida.

Existiam árvores, flores, sonhos, cães, alegria, bicicletas e cavalos, amor, pic nics, fantasia, pássaros, pedras, degraus, terra, magia.

Brincava-se à aventura, às escondidas, à apanhada, construiam-se cabanas, subia-se às árvores, faziam-se trabalhos em madeira, contavam-se histórias, e o tempo não mexia, embalado na nostalgia de cada minuto de criança.

A vida corria sem medo, sem pressa, sem relógios, horas e minutos. Cada pedaço de tempo era contabilizado pelas pausas do dia. Cada momento era vivido intensamente como se fosse o mais importante do mundo. Cada um sentia-se dono do seu canto, da sua fantasia, do seu próprio momento.

Bloco de Notas 2 

Psicanalista. Precisa-se. Com experiência em adolescentes. Caso grave.
Responsabilidades indirectas. Queda de dois Ministros. Vetada entrada na Universidade. Fortes probabilidades de mais desmoronamentos.

terça-feira, outubro 07, 2003

Bloco de Notas 1 

Mas que confusão! Este País cada vez está mais enrolado, encrencado, mal explicado.

Até aqui quem tinha tido a culpa da "cunha" era o Ministro Lynce, agora apareceu um tal Chefe de Gabinete metido no assunto até ao pescoço.
E afinal o Ministro Cruz sabia dos pedidos do dito Chefe de Gabinete. O tal que até tinha pedido para mudar de pasta e tudo (do Lynce para o Cruz).
E o Ministro Lynce não sabia de nada! Anda a dormir na forma, então não controla o seu Chefe de Gabinete? Afinal de contas diz quem sabe: "que Chefe é Chefe" e pelos vistos até manda e desmanda mais que Ministro.

Entendam-se senhores, arrumem a casa, para desarrumada já basta a de cada um de nós (e essas não perturbam a ordem do País).

E agora mandaram a Diana "passear" para o estrangeiro. Deviam era tê-la deixado lá no ano passado, mais um ano de sacrificio podia não ter custado o que custou (uma pasta, pelo menos!)

Bem, venha a Senhora que se segue! Esperamos que não traga pedras no sapato...

segunda-feira, outubro 06, 2003

A culpa é da mulher do Biscaia!!!! 

Se não fosse ela ter trazido o bicho eu não tinha pensado fazer tal coisa para o jantar!
Também porque é que as do campo são mais rijas que as outras???
Até compreendia que a coisa tivesse saido mal se eu fosse má cozinheira, mas sendo eu uma exímia na arte da culinária não percebo, porquê????!!!!
Ah! é preciso dizer em abono da verdade que o arroz estava fantástico, super bem confeccionado (e se era difícil "a confecção" que escolhi!!!).
Enfim, compreendo se não puderem aceitar os meus próximos convites.
Mais vale passar fominha em 50 m2, que comer tais iguarias em 130...

Porquê?!! 

Mãeee, porque é que o Manel não fala?
Porque é bébé, meu amor, e ainda está a aprender.
Mas o irmão da Wendy (do Peter Pan) também é bébé e sabe falar...

quarta-feira, outubro 01, 2003

Curta 

Já corrigi os erros ortográficos detectados pela minha estimada Amiga Ana. Espero que entretanto não tenha surgido mais nenhum!

Quotidiano 

Ele há cada uma: cada história, cada momento, cada situação, que nos faz pensar que selva esta!
No supermercado, um deles, dos hiper, existe uma caixa com um simbolo para grávidas, crianças de colo e deficientes, nada mais. No entanto, parece que ficou subentendido, pela comunidade em geral, com o aval não sei de quem, que essa dita caixa era também prioritária aos idosos (compreende-se as pessoas com mais de 65 anos de idade).
Claro, que em dias de enormes filas, a confusão é geral, perguntam as grávidas, umas quase a ter a criancinha, outras que acabaram de fazer o teste, o que está aquela criatura a fazer na sua fila prioritária.
Respeito os idosos como respeito toda a gente, compreendo que as suas forças já não sejam as mesmas de outrora, mas a verdade é que os seus horários também já não o são, e certamente terão muito maior disponibilidade durante o dia que a maior parte dos trabalhadores no activo (incluindo as grávidas).
Como a situação não está devidamente esclarecida quanto às prioridades efectivas da dita caixa, ficam os momentos (de mau humor, de agressividade, de descarga de adrenalina), situação que poderia facilmente ser ultrapassada com a proibição de idosos nos hiper a partir das 18h00, a chamada exclusão etária (faltava esta, não??!!!).
O comércio tradicional, as mercearias de bairro, charcutarias, padarias e afins iriam agradecer uma medida destas!!!

This page is powered by Blogger. Isn't yours?